• Renato Del Buono

...AINDA SOBRE A RAZÃO DE ESTARMOS AQUI

Updated: Aug 20, 2019


Recentemente, encontrei um texto na internet que nos faz refletir exatamente sobre o que mais deveríamos valorizar durante nossa existência nesse mundo: "Ah o homem pensa que sabe tudo, pensas que estás sozinho no universo, apega-se a vida material e esqueces de que não levarás nada daqui no mundo celestial e preocupas com coisas que não importa, ah se o homem soubesse que a missão mais simples que lhe cabe é a felicidade e a prática do bem...". Clique aqui para ler o texto na íntegra.


Esse texto foi escrito por Thiago Pereira de Brito, um paulistano que nasceu prematuro, perdeu o irmão gêmeo com poucos dias de vida, assim como grande parte da visão enquanto os médicos tentavam ajudá-lo a ganhar peso. O excesso de oxigenação queimou o globo ocular de sua visão direita e também afetou, consideravelmente, seu olho esquerdo, do qual enxerga aproximadamente trinta por cento.


Ao invés de desistir, lamentar, culpar os outros por sua situação ou procurar um caminho mais fácil e confortável para sua vida, Thiago optou por enfrentar tudo de frente e realizar seus desejos e sonhos, como uma pessoa normal. Hoje, Thiago trabalha como analista de suporte a redes para uma grande empresa, é formado em ciências da computação e escreve frequentemente em seu blog, onde compartilha sua inspirada, e às vezes polêmica, visão sobre notícias do cotidiano.


Poucos fariam a mesma escolha que Thiago um dia fez. Infelizmente, ainda há muitos que acham mais fácil reclamar, pedir, culpar outros por seus desgostos, suas decepções, suas desilusões, exigir que outros "entreguem de mão beijada" o que eles não conseguem conquistar com suas próprias mãos. Tudo fruto de uma vida complicada, guiada exclusivamente pelo consciente limitado, pelo materialismo ou por conceitos e valores complexos, com preocupações inúteis e irrelevantes.

Poucos são aqueles que, ao longo de suas vidas, saem da amargura para viverem no entusiasmo e na felicidade. Pode parecer complicado, e realmente não é fácil, encarar a vida em sua verdadeira essência. Isso requer, entre outras coisas, muita coragem e equilíbrio para que você possa ser você mesmo, independente da opinião dos outros, realizando seus desejos e sonhos, sempre na simples prática do bem.

© 2019 by Instituto Del Buono. Proudly created with Wix.com